Voluntariado na Igreja, como lidar?

💜 VOLUNTÁRIO • vo.lun.tá.ri.o – adj. (Dicionário Michaelis) leia até o fim!

Que é feito espontaneamente, por vontade própria, sem obrigação ou controle; espontâneo.

… Indivíduo que realiza um trabalho apenas para prestar ajuda ao próximo ou a uma instituição, sem receber remuneração.

🧡 Há algumas semanas fiz um post aqui dando dicas de como organizar melhor o trabalho voluntário nas igrejas. Na legislação do nosso país o 3º setor pode receber este tipo de ajuda, sendo a prática mais conhecida em igrejas e ONGs.

Desde o meu post venho recebendo inúmeras mensagens de profissionais que VOLUNTARIAM na igreja, mas, acham que ela DEVERIA pagá-lo pelo serviço prestado.

Peraí, acho que está havendo uma baita confusão aqui. No próprio dicionário aprendemos que trabalho voluntário não é obrigação e sim uma ajuda ao próximo. Como assim eu quero COBRAR o job da igreja?

Manos e manas, vamos esclarecer algo? Todos nós que lidamos nas áreas de Comunicação e Multimídia das igrejas precisamos estudar muito e nos capacitar tecnicamente. É caro, é cansativo, é desgastante. Como também há casos em que o voluntário não sabe muito, mas, se especializa e se capacita por praticar sua atividade na igreja.

O ponto aqui é:

.por que você se voluntariou na igreja?
. qual a sua motivação?
. servir ao próximo?
. rechear seu portifólio?
. (não estou julgando que qualquer uma dessas coisas estejam erradas).

Se você pensa que a sua igreja deveria te pagar e tem condições para isso, converse com o seu líder.

Se você acha que sua igreja não tem condições de te pagar, mas, não concorda com isso, pare de voluntariar. Voluntariado não é obrigação, é servir.

“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que DEU seu filho unigênito para que todo aquele que crê não pereça, mas, tenha a vida eterna”. (João 3.16) grifo meu

O nome que está acima de todo o nome, JESUS, se voluntariou para morrer em meu e no seu lugar. O que é uma arte, um texto, uma foto ou uma edição de vídeo pelo preço que Ele pagou por mim e por você?

REFORÇANDO: não acho errado cobrar pelo seu job. Mas, seja sincero no seu coração e com seu líder. Você não quer servir, você quer vender seu serviço e pronto.

Agora, se o seu coração se alegra e tem prazer em servir com seus dons e talentos. Faça e faça cada vez melhor, treine, capacite pessoas e deixe o seu legado.
Feliz é aquele que dá com alegria! Pense nisso.

P.s.: Como é o voluntariado em sua igreja? Como vocês lidam com isso? Compartilhe aqui nos coments e nos ajude a pensar melhor sobre isso.

Amo vocês ovelhinhas digitais! 🐑