Não desista de viver!

TENTEI SUICÍDIO 3 VEZES! ❤️ Hoje quando ia para o trabalho, sol de 1 da tarde, escaldante, passava pelo sinal da avenida do Contorno com a Tereza Cristina em BH e vi uma cena que me fez sair lágrimas dos olhos.
Uma moça segurava uma cartolina branca escrita à mão: NÃO DESISTA DE VIVER. Estamos no Setembro Amarelo e nunca me envolvi diretamente na campanha, mas, poucas pessoas que já conviveram comigo sabem da minha história.

Conheci Jesus quando tinha 24 anos, ou seja, depois desses episódios. Me casei aos 19 anos, muito nova, imatura, vivia um relacionamento abusivo do mais alto nível. Agressões físicas e verbais. Não tinha coragem de contar para ninguém e nem de pedir socorro. Eu só pensava em acabar meu sofrimento acabando com minha própria vida.

Lembro que em uma das vezes que tentei fazer isso, fui levada para o hospital de ambulância, semi desacordada. Tanto na ambulância, como dentro do hospital todos os profissionais da saúde me trataram muito mal. Além de tudo que eu passava, de saber que meu agressor estava lá fora me esperando, lidei com pessoas que estavam ODIANDO me salvar, já que eu queria morrer. Ouvi isso das enfermeiras.

As lágrimas escorriam no meu rosto. Me sentia humilhada, um lixo humano por tentar escapar do meu sofrimento sem pedir ajuda. Algumas agressões depois e com a outra pessoa apagada pelo uso de álcool e drogas, lembro de sentar no chão do quintal onde morava. Na terra mesmo. O céu estava tão lindo e estrelado. Sempre amei olhar o céu. Eu disse: Deus, minha vida acabou aqui? Aos 22 anos? Não tem mais chance pra mim? Por favor, me ajuda a sair dessa?

Eu não podia ter filhos, por um problema no útero. Foi quando descobri que estava grávida e entrando no 4º mês de gestação da Sarah. Me lembrava da história da Sara e de Abraão da Bíblia, por causa de uma música da Aline Barros que eu tinha ouvido. Deus me deu uma força tão grande, mesmo sem andar ainda com Ele. Minha filha nasceu, linda e saudável. E eu? Tive forças para sair daquele relacionamento que me levaria a morte. Deus enviou a Sarah para me livrar da morte. Em dezembro ela faz 18 anos e posso dizer para vocês: vale a pena viver, JESUS NÃO DESISTIU DE VOCÊ!