5 dicas essenciais para o Instagram de sua igreja

Estou sempre pesquisando perfis de igrejas e ministérios no Instagram. Tanto para me inspirar, quanto para encontrar inspirações e boas práticas.

Nesta jornada consegui identificar 5 pontos que são essenciais para um bom alcance das publicações e que muitas vezes as igrejas não utilizam. Então, separei para vocês:

1) Escolha um bom nome para o perfil. SIM!!! Isso é essencial dentro da comunicação de uma igreja. Um monte de siglas para quem não conhece não fazem muito sentido. Coloque-se no lugar de quem vai pesquisar o nome da igreja no Instagram. O @ é tão importante quando a imagem que está no perfil. Sugiro nomes mais curtos, que são mais fáceis de se identificar, ou mesmo se forem mais longos que tenham real sentido.

2) Coloque uma imagem no perfil que represente sua igreja. A maioria das igrejas usam suas próprias logomarcas como imagem de perfil, o que funciona muito bem! Mas, aqui podemos destacar um tema muito importante, a identidade visual da igreja. Ou seja, é quando você usa a comunicação visual para dialogar com as pessoas na igreja local, nas redes sociais, nas peças gráficas, placas de identificação da igreja e em todas as esferas onde atua. É interessante pensar no visitante que esteve pela primeira vez em sua igreja. Ao pesquisar sobre ela, encontra um perfil em que nada na imagem reflete o que ela viu na igreja. Vale destacar que a logomarca e as cores usadas auxiliam muito neste processo. Posso destacar aqui 5 igrejas que fazem um ótimo trabalho neste quesito nas redes sociais (confira o Instagram – feed e stories, Facebook e outros canais destas igrejas): @casadediosoficial @oitavaigreja @somosaponte @novaigreja @elevationchurch

3) Poste mais vídeos e fotos. Sempre que eu indico isso já imagino os designers chateados comigo. Mas, a questão é o excesso de publicação de artes. Muitas vezes repletas de textos e elementos visuais. São poluídas visualmente. Tudo em excesso é ruim, correto? Então analise o feed destas 5 igrejas que mencionei acima. Pode observar que os posts que possuem maior alcance, curtidas, comentários/engajamentos são exatamente as publicações com vídeos e fotos. Por que isso acontece? Quem já assistiu minhas palestras e treinamentos sabe: vídeo tem mais alcance que fotos, que tem mais alcance que artes. Simples assim. A ideia é você criar um feed criativo que valorize as pessoas. Geralmente as igrejas tem mais engajamento em posts que aparecem fotos/vídeos de suas lideranças. Isso porque os internautas já se identificam com eles. Para quem curte o uso de artes e não abre mão. Sugiro o uso da ferramenta do próprio Facebook para que verifique antes de publicar se o seu post tem informação em excesso. É só clicar aqui no Facebook Text Overlay e testar sua arte antes de postar.

4) Capriche nas legendas. Vejo muitas igrejas e ministérios publicando ótimos vídeos, fotos e artes. Usam estratégias de post como o mosaico (grid) de fotos, carrossel, boomerang e outros, mas, se esquecem de um ponto muito importante que é a comunicação feita nas legendas! Redija legendas bem descritivas. A ideia é pensar que se por acaso o seu seguidor não consiga carregar a imagem que você postou ele saberá do que se trata lendo a legenda. Combinado?

5) Mude o perfil da igreja/ministério para Comercial. Tenho dois motivos para fazer a mudança: Primeiro porque vai habilitar o endereço da igreja para que as pessoas cheguem até você. Além do endereço terão as opções de adicionar um número de telefone para contato, site e contato de e-mail. Para isso, você vai precisar vincular o perfil do Instagram à uma Página do Facebook. Claro, que neste caso, vai vincular à Página da igreja. Ter os contatos da igreja no perfil ajuda demais a comunicação entre as pessoas e a igreja. O segundo motivo é porque com a conta comercial é possível acessar todas as estatísticas do seu perfil no Instagram Analytics. Esta informação é ótima para acompanhar o desempenho das publicações e se está comunicando com o público certo. Vai ter informações sobre: localização, faixa etária, alcance das postagens, melhores dias e horários entre outras.Se você tiver dificuldade para migrar sua conta do Instagram de pessoal para comercial é só assistir este vídeo.

Se você tiver alguma dúvida em como aplicar alguma destas ações, por favor, deixe aqui nos comentários que terei prazer em te responder e ajudar! Deus abençoe! =)

 

 

♥ Leia também:
Você sabe o que é IGTV (Instagram TV)?
Assista a palestra sobre Mídias Sociais no YouTube no Church Tech Expo 2018
5 dicas para transmitir o evento de sua igreja
Modelo de Briefing para a Comunicação de igrejas
50 igrejas no Instagram para seguir e se inspirar


– Para palestras e treinamentos envie seu convite para: contato@elisamancio.com.br ou para (31) 9 9502-1305.
– Se quiser receber dicas de Mídias Sociais para igrejas toda semana no telefone é só enviar “SIM” por WhatsApp para o número: (31) 9 9502-1305.
– Receba dicas de Mídias Sociais por e-mail! É só se inscrever nesta lista: http://bit.ly/elislistavip

Leia mais

Instax Square SQ 10 – uma câmera para chamar de sua!

Sou de uma época em que chamávamos fotografia de RETRATO. Sempre AMEI foto, principalmente, registrar e nem tanto aparecer nela.

Na minha infância, talvez com 4 ou 5 anos, lembro de brincar com uma câmera fotográfica da Kodak. A máquina não tinha filme, então dava cliques e mais cliques brincando com o aparelho. Acabei me tornando uma espécie de fotógrafa da família. Amava viajar em posse da câmera.

Geralmente usávamos filmes com 12 poses. Quando estávamos muuuuito bem, o de 36. Me sentia rica por poder registrar “tantos momentos”.

Era uma emoção – teste de paciência 😂 – levar o filme para revelar e buscar dias depois. Vezes com lindos registros, vezes com muita foto queimada. Era um horror essa última parte.

Foto é memória. Foto tem daquela coisa boa no coração por relembrar um momento. E foi em um desses momentos registrados que temos em casa uma foto “impressa” na hora. Se não me engano, foi em 89, quando ainda morávamos em SP, quando tivemos um passeio em família no Bosque Maia, no ABC. Um ambulante tirava a foto e “saia na hora”. Fique embasbacada! 😱 Queria uma daquela! Que genial.

Nunca tive destas câmeras híbridas/instamatic, por diversas questões. Mas, estes dias a @instax_brasil me enviou a Instax Square SQ 10. Uau! Que experiência!

Relembrei da minha infância e adolescência esperando o “melhor momento” para tirar um retrato. Afinal, não queria desperdiçar o material.

Era um tempo diferente, sem a pressa e urgência do clique, mas, o cuidado do registro.

Obrigada Instax por me proporcionar este momento! Voltou a ser um dos meus objetos de desejo, para breve.

Maravilhosa esta incrível experiência de ver um papel em branco se materializar em algo tão bonito! ❤️📷

Sempre, sempre, sempre quis ter uma câmera dessas. E a oportunidade de testar a Instax Square SQ10 melhorou demais minha experiência. A maioria das câmeras instantâneas imprimem as fotos na hora. Nesta é possível fazer a foto e deixar na memória e só depois decidir se imprime ou não. sem qualquer opção de edição.

No caso da SQ10 além de ter um espaço na memória, ela aceita cartão de memória. Também possibilita pequenas edições de filtro antes de imprimir!

Devolvendo a câmera para a Fuji já ansiando comprar a minha!!!

Leia mais

Como usar o Instagram TV para minha igreja ou ministério?

E não é que o Instagram apareceu com mais uma novidade? Ontem o co-fundador e CEO da marca, Kevin Systrom, apresentou o IGTV ou como muitos estão dizendo, Instagram TV.  A matéria que mais gostei sobre o assunto foi a do TechTudo
Nestas primeiras 24 horas da ferramenta em funcionamento percebi que o pessoal está apenas republicando conteúdos de outros canais para o IGTV. Será que isso é uma boa estratégia? Entendo que é o momento do pessoal testar conteúdos, entender como funciona ou no popular “qual é que é?”
Eu já criei o meu canal lá na rede que é o @elis_amancio – depois assiste lá!
A princípio o Instagram TV possibilita que você grave e publique vídeos de até 10 minutos, para contas verificadas eles já estão liberando 1 hora de vídeo. Ao que parece eles estão tentando concorrer diretamente com o YouTube e com a TV tradicional.
 
Ao criar uma conta dentro do APP IGTV você automaticamente leva seus seguidores do Instagram e quem você segue pra lá.
Não é apenas um Stories estendido, mas, uma oportunidade de levar conteúdo relevante e diferente para os seguidores. Pensa só, o Instagram acaba de bater 1 bilhão de usuários no mundo. Já imaginaram quanta gente está on-line produzindo e consumindo conteúdo? É gente demais, muita informação! E como se destacar diante de tanta gente postando?
 
Penso que como igreja, ministérios, profissionais de comunicação e estrategistas do Reino de Deus precisamos entender que o IGTV é uma nova plataforma, um formato diferente para se produzir e comunicar através dos vídeos.
 
Já vi vários ministérios e igrejas publicando vídeos curtos de cultos/reuniões. Penso que precisamos ir além.
 
O IGTV pode ser um canal para publicar:
– Devocionais/mensagens mais curtas em vídeo com pastores e líderes da igreja/ministério (quem sabe as gravações em vídeo para o YouTube já não possam ser filmadas pensando em editar para o IGTV?)
– Fazer um bate-papo sobre temas relevantes e atuais e publicar no canal
– Mostrar aquilo que não é mostrado em outros canais

– Inovar é preciso!

 

Dois pontos a se considerar:
– Positivo: O IG TV já leva todos os seus seguidores para esta rede, ou seja, quem te segue no Instagram automaticamente vai te seguir no IG TV.
– Negativo: O APP pode não “pegar”. Mas, como diz o ditado, quem sai na frente bebe água limpa. Então, bora testar?
Baixe o aplicativo, teste a ferramenta e entenda como ela pode se diferenciar na Comunicação da sua igreja ou ministério! O nosso maior desafio mesmo é inovar, SER RELEVANTE e usar a plataforma em sua plenitude, POR FAVOR, não apenas replique conteúdo sem pensar!O que vocês acham?

P.s.: Se eu posso deixar uma dica a mais sobre navegabilidade, o segredo para você encontrar conteúdos e as pessoas que você segue é só clicar sempre no ícone “explorar”. Ele é a chave. =) 
Leia mais

Como analisar métricas das Redes Sociais da minha igreja ou ministério?

Esta semana recebemos uma pergunta bem interessante em nosso grupo no Facebook. Como avaliar as métricas da igreja em uma Página no Facebook.

Acredito que ensinar a avaliar métricas em Redes Sociais é bastante subjetivo. O Índices de Performance (KPIs) geralmente são detalhados quando se faz o Planejamento de Comunicação criado para os canais da igreja.

Para alguns o número de seguidores não é tão importante como a localidade. É preciso entender que mais importante que ter um grande número de seguidores, é ter os seguidores certos.

Mas, basicamente, vejo que alguns dados são importantes para analisar tanto quem está chegando, quanto a qualidade do conteúdo compartilhado.

– Faixa etária
– Localização
Exemplo: – Se é uma igreja local tem cerca de 500 membros. O que faz ela ter 1500 seguidores? É importante saber se quem segue a igreja está na região ou se pessoas de outras localidades que visitaram anteriormente. Se seguem a igreja por causa de uma líder/pastor.
Ou se é uma igreja com 100 membros, por que espera-se que ela tenha mais que 100 seguidores no Facebook?
– Número de curtidas, comentários e compartilhamentos
– Alcance da postagem. Se um post tem um alcance grande,mas, poucas interações, poderia ser uma questão de rejeição de conteúdo. Ele pode estar ruim, pouco atrativo ou mesmo desnecessário.

Existem várias métricas que devem ou não ser levadas em conta. Vai depender, de fato, do que planejou, do que espera deste canal digital.

Vale a pena estudar um pouco sobre como estabelecer seus KPIs, pois, com os dados certos, sua análise será muito mais assertiva. Tem um post ótimo da Rock Content sobre isso: https://marketingdeconteudo.com/kpi/

Se tiver mais alguma dúvida sobre isso compartilhe aqui nos comentários que vou tentar detalhar mais. Ou envie em nosso grupo no Facebook! 

Leia mais

BH recebe edição Share Talks 2018

A empresa Share realiza mais uma edição Share Talks BH! Um dos eventos que mais curto na área de digital no Brasil.

A programação deste ano tem palestras relacionadas a conteúdo, influenciadores digitais, relevância, YouTube, publicidade, marketing B2B, Growth Hacking, entre outros.

Anote na agenda: 4 de agosto, na IBMEC.

Mais informações, programação e inscrições: https://www.tudodeshare.com.br/eventos/share-talks-bh/

Leia mais

5 dicas para transmitir o evento de sua igreja nas redes sociais

📍 Hoje compartilho com vocês 5 dicas para transmitir o evento de sua nas redes sociais. Se você tiver alguma outra dica, por favor, compartilhe aqui nos comentários!

📽 1) Transmissão ao vivo em vídeo: antes de divulgar que vai transmitir seu evento ao vivo, independente da plataforma (YouTube, Facebook, Instagram ou serviços de streaming), verifique a banda da Internet e faça testes. Se a conexão não for boa provavelmente poderá ter travamentos e quedas durante a transmissão.
📱 2) Como decidir quais canais atualizar durante uma transmissão? Exemplo, se seu seguidores estão em maioria no Instagram, dedique um pouco mais de energia nele. Vídeos e fotos tem maior alcance que artes. Crie um roteiro e prepare quem vai atualizar o feed e quem vai atualizar os Stories.
🙅🏻 3) Para Stories diferenciados invista em aplicativos que podem agilizar a atualização. Prepare mockups/templates que podem ser facilmente atualizados na hora (em .png). Cuidado, não use posts só com template tiram o charme do ao vivo. Pegue dicas com antecedência e referências com antecedência. Indico o canal no YouTube da @lu.levy 📍
✏ 4) Texto: sim, o textinho é importante. Vi uma pesquisa esta semana que as pessoas leem mais posts com até 50 caracteres. Se isso for verdade, meus posts com dicas vão para o espaço rs. Mas, acredito que é importante, SIM, postar boas fotos e vídeos com legendas descritivas e com boa revisão de português.
#⃣ 5) Hashtag: a hashtag do seu evento é muito importante para mapear o que estão falando sobre você nas redes sociais. Sem falar nas boas surpresas que você encontra nesta busca. Existem algumas ferramentas para fazer esta busca: Hashtags.org, LeeTags, Agora Pulse, Keyhole, Hashtracking,
👉🏻 P.s.: Não se esqueça de fazer o relatório pós-evento com dados importantes para a análise da equipe de Comunicação: views, alcance, curtidas, comentários, localização, etc.
💡Deseja levar um treinamento de Comunicação e Mídias Sociais para sua igreja e ministério? Entre em contato comigo no (31) 9 9502-1305 e contato@elisamancio.com.br
Leia mais

Transformação digital – Martha Gabriel no Sebrae Reload

Transformação Digital palestra no #ReloadSebrae com Martha Gabriel, PhD – posso dizer aqui: sempre rainha!

Habilidades essenciais em um mundo cada vez mais automatizado:

– Pensamento crítico

– Criatividade

– Conexão (tem que ser intencional e não confortável)

– RESILIÊNCIA

Alguns insights:

“O caminho para o sucesso é fazer parcerias”.

“Menos mimimi e mais: tenho que fazer!”

“Não queira fazer tudo que a tecnologia faz! Coloque sua humanidade acima da tecnologia como diferencial.”

“Gere boas experiências para o seu público”.

“A gente não esquece quem ajuda a gente.”

“Observamos tendências para estarmos nos lugares certos.”

A Martha destacou na palestra sobre a importância de entender onde nossa marca está dentro deste processo e se é possível que a tecnologia faça o que fazemos de maneira automatizada nos próximos anos.

Será que daqui 10 anos as máquinas e softwares serão capazes de interpretar dados e sugerir ações para meus clientes de consultoria? Sinceramente, acho que sim. Mas, aí entra o diferencial competitivo entre robôs e humanos: sou humana!

Aplicar minha interpretação na consultoria e sugestões de ações pode ser um diferencial?

Veremos! =)

Leia mais

Dicas da Elis – Diamante – Aplicativos para Stories (Instragram/WhatsApp/Facebook)

Na Lista de Transmissão do WhatsApp deste semana enviei as dicas abaixo. Se você quer receber estas dicas direto no seu celular, envie a palavra SIM por WhatsApp para (31) 9 9502-1305.

🔵 Hoje saiu uma nova notícia sobre a crise de vazamento de dados no Facebook. Pode parecer que isso não tem muito a ver com a gente. Mas, tem tudo! https://tecnologia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/05/14/e-possivel-que-mais-200-apps-tenham-abusado-de-seus-dados-do-facebook.htm Nossos dados são utilizados pela Internet de muitas maneiras. E o Facebook com a política aberta que vinha adotando, acabou por tornar públicos dados de diversas pessoas. Se você tem sofrido tentativas de acessos não autorizados, inclusive no Instagram, cuide de trocar suas senhas regularmente, não apenas do Face, mas, de todos os canais digitais.

📷 Outra notícia deste fim de semana foi que o Instagram tirou vários perfis do ar na última sexta-feira. Sei que muita gente viu isso e pensou se tratar de algo direcionado aos perfis que fazem fofoca com celebridades, mas, a questão é muito mais séria. Os perfis que tiveram suas contas suspensas não foram porque publicaram fotos sem mencionar os fotógrafos. Foi porque publicaram fotos, mencionaram os fotógrafos, mas, não tinham AUTORIZAÇÃO para o uso destas imagens. ISSO É MUITO SÉRIO. Cuidado quando publica em seus canais digitais imagens que você não tem autorização para usá-las. Sabe quando o pastor nos pede para pesquisar uma imagem do Google e usar no anúncio do evento? Não pode. Sabe quando ele printa uma foto de alguém e pede para usar divulgando o acampamento? Não pode. Então, esteja atento para produzir suas próprias imagens ou usar de bancos gratuitos. (Esta semana ainda colocarei uma lista de bancos de imagens gratuitos no www.elisamancio.com.br/blog para vocês usarem): https://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2018/05/instagram-tira-do-ar-contas-de-hugo-gloss-e-blogueiros-famosos-por-uso-indevido-de-imagem.html

💎 DICAS DA TIA ELIS: Quero compartilhar com vocês hoje aplicativos que valem diamante para o trabalho no Instagram e Facebook!

APP UNFOLD: para criar stories (mockups) com vídeos e fotos mega criativos!

APP Typorama: nele você consegue editar stories (e outras peças) super criativos, com fontes lindas. Gaste um tempinho testando esta ferramenta. Você vai se surpreender.

APP Hype Type: com ele você consegue fazer edições de vídeos, inserir músicas (puxando do próprio Spotify) e outros efeitos bem legais para vídeos. É um aplicativo simples e que dá resultados maravilhosos nos seus posts.

APP Filmr: é um outro aplicativo para edições simples de vídeo.

Não sou #alouca dos aplicativos, mas, sou a favor de testarmos ferramentas e usar aquela que nos adaptamos melhor.

APP Clips: Para quem tem iPhone, este aplicativo pode ser uma baita ferramenta de edição. É possível colocar legendas, vídeos, fotos e outras artes que você tenha no seu smartphone. Ele é bem completo e não deixa marcas d’água em suas edições.

APP iMovie: edição de vídeo.

APP Boomerang: se você não tem tido muito tempo para produzir vídeos, que tal testar e usar mais a ferramenta Boomerang. Lembra aquele post que fiz de 50 igrejas para se inspirar no Instagram? Percebo que algumas delas usam bastante o Boomerang na alternativa para quando não conseguem produzir vídeos mais elaborados. Tem até um post da Nicola com algumas dicas de conteúdos: https://medium.com/@tutinicola/17-ideias-de-publica%C3%A7%C3%B5es-no-instagram-para-variar-na-produ%C3%A7%C3%A3o-de-conte%C3%BAdo-990c2509a506

Alguns que tenho certeza, para Android:

APP para edição de vídeo: Inshot, Premiere (Adobe), Quik, Vue, Quik Video, Vidcompact, Kinemaster Editor.

 

Nesta terça tem treinamento no on-line gratuito sobre como criar e agendar conteúdos: http://webinar.trakto.io/trakto-mlabs?utm_source=LPwebinar1&utm_medium=email1mlabs&utm_campaign=parceriaTraktoMlabs

E quero aproveitar para pedir seu voto em minha palestra para o Social Media Week SP: http://curadoria.smwsp.com.br/palestra/Nicho_ou_bicho_Produzindo_conteudo_segmentado/1434

Deus abençoe!

Elis e Renato

Leia mais

O que faz a área de Comunicação da sua igreja?

No último dia 5 participei do 1º Encontro de Profissionais de Imprensa Cristã de BH. No público do evento estavam tanto profissionais de mídia, como responsáveis pela comunicação de diversas igrejas.

Em um momento, um dos palestrantes perguntou ao público se eles atuavam como assessores de imprensa, para fazer uma paralelo de como a mídia e os assessores se portam. E a minha surpresa foi quando apenas uma pessoa levantou a mão. Eu sabia que tinham várias igrejas com profissionais de comunicação que atuam, também, como assessores de imprensa quando são demandados pela mídia ou quando precisam noticiar algo. Mas, eles não tinha ciência de que também atuam como assessores.

Isso me despertou um leve incômodo. Muita gente trabalha ou se voluntaria para a Comunicação das igrejas pensando que vão cuidar apenas de postagens em redes sociais, da equipe multimídia, do boletim ou da identificação local. Mas, a Comunicação vai muito além disso. Independente do tamanho e da estrutura da igreja.

No caso da Assessoria de Imprensa ela é muito importante para que a igreja informa aos veículos de imprensa da região, da cidade, dependendo do alcance do evento, e do estado sobre a programação. Além deste contato ativo de manter a mídia informada, também é comum a igreja se procurada para falar de assuntos relacionados e defendidos pelo cristão. Então, se sua igreja ainda não tem alguém capacitado para o atendimento à imprensa, sugiro que invista em estudos, pesquisas e treinamento sobre o assunto. No YouTube existe uma gama de vídeos muito grande com palestras e aulas falando do trabalho do Assessor de Imprensa. O Google também realiza treinamento para jornalistas on-line que pode auxiliar o News Lab.

Se em sua igreja você é a única pessoa voluntária nesta área – e eu sei, tem muita gente nesta situação – sugiro ler um artigo que escrevi sobre voluntários na igreja, mas, também te incentivo a criar uma rotina na ferramenta Trello (eu uso a versão gratuita) ou mesmo, pelo Google Calendar. Com ela você pode criar sua rotina mensal e enviar uma nota para a imprensa pelo menos uma vez por mês, informando das atividades locais do ministério.

Em muitas das igrejas onde já trabalhei ou prestei consultoria a Comunicação geralmente faz:
– Institucional da igreja (produzir release, fotos, vídeos e materiais institucionais).
– Identificação da igreja (sinalização de ambientes), banners.
– Multimídia (equipes de vídeo/áudio/design/projeção).
– Comunicação (site, blog, jornal, redes sociais, assessoria de imprensa, comunicação interna, comunicação externa, publicidade, marketing, listas de transmissão no whatsapp).
– Treinamento (organização de treinamentos para diversos setores, apostilas, livros, produção de material gráfico, impressão)
– Eventos (agenda, programação, planejamento, divulgação).
– Todo suporte para que haja uma boa comunicação entre todos os ministérios, lideranças e membresia.

Quais áreas a comunicação de sua igreja tem cuidado? Tem mais alguma não mencionada aqui? Deixe nos comentários!

P.s.: Quer levar uma palestra ou treinamento de Mídias Sociais e Comunicação para igrejas na sua cidade? Entre em contato conosco: contato@elisamancio.com.br – realizo estes treinamentos gratuitamente em igrejas. Entre em contato para saber mais: contato@elisamancio.com.br ou (31) 9 9502-1305.

Leia mais

Social Media Week São Paulo 2018 – fase de votação das palestras

Olaaarrrrrr!

Pessoas, acabei de inscrever uma nova palestra minha para o SMWSP 2018!

Nesta edição se minha palestra for selecionada, vou falar sobre produção de conteúdo para Nichos variados. O nome dela é Nicho ou bicho? Produzindo conteúdo segmentado.

As palestras são escolhidas por votação popular até o dia 15 de junho.

Já palestrei duas vezes no SMWSP, em 2015, sobre Conteúdo, em 2017, sobre Inbound Marketing. E desta vez, gostaria de levar a importância do conteúdo produzido para Nichos e segmentos específicos.

Bora votar (e comentar), meu link: http://curadoria.smwsp.com.br/palestra/Nicho_ou_bicho_Produzindo_conteudo_segmentado/1434

Na foto, palestra no Social Media Week SP 2017.

Leia mais