Repensando tudo – uma baita dose de Stress

O ser humano é muito competitivo. Desde a infância percebemos na atitude dos pequenos sobre disputas de brinquedos, jogos, campeonatos e posses.

“O importante não é ganhar, é competir”, diz a máxima.

Mas, agora, chegando aos 38 anos, acho que vivi um “pouquinho” para dizer que a competição tem sido um dos grandes motivadores das pessoas. As Redes Sociais são uma excelente vitrine para isso. 

Convivo com pessoas de ciclos sociais diferentes e é nas Redes Sociais que venho identificando disputa, inveja e bastante egocentrismo nas postagens. Não sou nenhuma especialista em Semiótica ou Antropologia. Mas, sinto que as pessoas vivem uma Guerra Fria constante.

Querem ser melhores que outros, saber mais, ter mais diplomas, estrelas, passado mais fases que qualquer um. Isso me assusta. Pois, se não há espaço para empatia, onde irão parar as verdadeiras amizades?

Estou lendo um livro muito interessante que se chama “A arte de ser leve”, da Leila Ferreira. Pelos comportamentos citados estou conseguindo mapear ao meu redor pessoas extremamente egoístas. Essa disputa velada tem tornado as pessoas cada vez mais depressivas e estressadas. Dependente de remédios, ativistas, viciados em trabalho, gente que deixa de viver para SOBREVIVER. 

A semana está começando hoje e gostaria de te deixar um convite: Viva! Seja mais leve!

Isso pode te ajudar:

– Leia menos sobre o que outros estão fazendo;

– Escreva em um papel uma razão que você tem para agradecer pelo dia de hoje;

– Fale/ligue/mande uma mensagem para alguém lembrando que ela é importante na sua vida (não estou falando de romance);

– Faça algo por você.
Boa semana!