Por que as pessoas entendem tão pouco sobre o próprio negócio?

Trabalhar em Consultorias de Marketing Digital tem aberto meus olhos para uma realidade muito dura. As empresas não conhecem bem o negócio que administram. Segundo dados da Junta Comercial de Minas Gerais, cerca de 20 empresas fecharam por dia no estado, em 2016.

Tenho visto a falta de entendimento do próprio negócio em diversos setores. Presto serviços para diversos segmentos, como arquitetura, moda, entretenimento, finanças, educação, evangélicos etc. A questão é que muitas vezes o sócio, gerente, administrador está focado em questões burocráticas e se esquece da importância da Comunicação e do Marketing Digital.

Quantas vezes ao agendar reunião com alguma liderança encontro dificuldades para apresentar até mesmo um relatório de diagnóstico da marca. “Vivo ocupado”. Penso que quem vive ocupado, pode não perceber quando o barco está afundando.

Outras vezes, percebo instituições que não sabe quem é o público-alvo. Ou seja, se o negócio é movido por clientes e ele não sabe com quem pretende falar, como terá uma comunicação assertiva?

Se posso falar aqui com CEOs, gerentes e líderes de empresas, eu diria para que administrem melhor o tempo para conhecer com mais profundidade o próprio negócio.

A Análise SWOT (Forças, Fraquezas, Ameaças e Oportunidades) tão estudada no Marketing tradicional continua valendo mais do que nunca. Ter claramente quais são as forças e fraquezas do negócio, pode ajudar a antecipar cenários, se preparar para as ameaças e identificar reais oportunidades no mercado. Saber quem são seus concorrentes e as práticas deles, inclusive, nas Mídias Sociais pode nortear suas estratégias.

Tenho visto diversos segmentos que usam as Redes Sociais massivamente, mas, apenas para cumprir tabela. Reclamam que não conseguem bons resultados na Internet, mas, não investem em profissionais, planejamento estratégico, implementação e manutenção dele.

Quantas vezes perguntei para gestores qual o público deles na Página do Facebook ou qualquer outra rede e eles não tinham ideia. Nem sabia que era possível checar estas informações na própria rede.

Muitos não tem ideia de com quem estão falando e nem com quem querem falar!

Geralmente as marcas que têm conseguido visibilidade nas Mídias Sociais entenderam que ali não é apenas um espaço informativo, mas, interativo. As pessoas esperam ser respondidas, ouvidas e atendidas com eficiência (na Internet ou fora dela).

Por que as pessoas entendem tão pouco sobre o próprio negócio? É porque estão tão ocupados em serem ocupadas, que não tem tempo para enxergar as necessidades do cliente e a essência da marca.

Onde estão os famosos Missão, Visão e Valores? Guardados em algum quadro na gaveta. Infelizmente.