Isso não é sobre gordofobia

Muita gente pensa que ser gordinho é questão de doença, de caráter, de glutonaria.
 
Mas, fico pensando… porque não podemos ser felizes com o biotipo que temos? Sinceramente, batalho bastante para não engordar, mas, já tem cerca de 4 anos que fico na mesma faixa de peso. E sabe qual o problema disso?
 
Nenhum!!!
 
Me sinto bem como sou, como estou. Meu amor me ama assim. E já tivemos diversos acordos a respeito disso rsrs. Não preciso ficar magra esquelética para ser feliz. Também não quero virar um blimp. Mas, precisamos entender que felicidade não é peso, não é dinheiro e nem status.
 
Felicidade é acordar todos os dias, ter as pessoas que amamos por perto (mesmo as que estão longe fisicamente). Ter amigos, os verdadeiros. Fazer o que se gosta, ter um objetivo de vida. Fazer atividade física é uma delícia (particularmente, amo uma boa caminhada. Meu pé não me permite correr).
 
Vejo tanta gente sofrendo postando fotos diárias na academia tentando buscar um estilo de vida que não vão sustentar. Não por um bem estar próprio, mas, para mostrar aos outros que emagreceram e são “felizes”.
 
Já ouvi frases do tipo:
– Elis, você é tão bonita de rosto, já pensou em emagrecer?
– Deve ser difícil encontrar roupa para comprar, né?
– Você tem hipotireoidismo? Pode ser por isso que você é gordinha.
– Já pensou em fazer redução de estômago?
– Elis, imagina você magra!
 
Mas, também já ouvi meu pai me dizer que eu sou uma mulher muito linda. Já ouvi minha médica me dizer que eu tenho o biotipo assim (ela que me acompanha há 15 anos), que se meus exames estão ok, devo continuar como me sentir bem.
 
Não, gente, tanto do lado da minha mãe, quanto do meu pai, a família tem o biotipo para serem mais cheinhos mesmo. Fui brindada pela vida. Sou assim.
 
Se tem algo que o excesso de peso deve preocupar sempre é a respeito dos problemas na saúde, depressão, pressão alta, diabetes, colesterol, entre tantas outras questões de risco.
 
Está acima do peso? Os exames estão em dia e ok? Pronto, seja feliz. Não viva se comparando. Você é o que está por dentro e não por fora.
 
Há quem avalie o outro pelo peso, mas, eu valorizo quem se relaciona com as pessoas pelo caráter.